Naturalis

25 SET

MANCHAS no rosto, o que fazer???


Autor: Kariani Lopes

MANCHAS no rosto, o que fazer???

Melasma, é o termo usado para descrevermos as manchas escurecidas que ocorrem principalmente em mulheres, na face do rosto.

Não há certeza sobre o que as desencadeia, porém existem evidências de que fatores hormonais, genéticos e certos fármacos (anticoncepcionais é um exemplo) além de doenças podem desencadeá-las. Porém, há exacerbação das mesmas frente a exposição à luz solar, ou outra fonte luminosa (computadores, iluminação artificial)

Existe notória associação entre a qualidade da pele, jovialidade e autoestima, e as pessoas acometidas por essas alterações acabam tendo sua autoestima muito afetada.

O melasma é a pigmentação aumentada, geralmente escurecida se comparada ao tom natural da pele, que acomete as regiões da maçã do rosto, fronte, supralabial e mandibular. Não costuma coçar, nem descamar. Piora com a exposição à luz (solar ou artificial).

É causador de grande angústia, já que o tratamento dificilmente será definitivo.

Há sempre necessidade de avaliarmos o tipo de pele a ser tratada, para um planejamento do tratamento mais indicado a cada paciente.

Geralmente são utilizados para o tratamento – cosméticos, principalmente a base de ácidos e outras substâncias clareadoras, protetores e bloqueadores solares, peelings químicos ou físicos, lasers e atualmente a acupuntura também tem sido utilizada com sucesso.

Na avaliação das manchas cutâneas é indispensável uma abordagem diagnóstica, já que podem ser sinais de doenças mais graves (diabetes, lúpus, doenças da tireoide, alterações hormonais ovarianas, etc).

É importante observar o caráter da doença que é remitente – melhora e piora, sendo a piora desencadeada por fatores diversos como  exposição à luz sem proteção adequada, uso de medicações, uso inadvertido de cosméticos a base de substância fotossensibilizantes.

Durante e após o tratamento deverão ser utilizados protetores solares, minimizar a exposição à luz através de filtros, chapéus e bonés, quando da exposição direta ao sol, além da manutenção do tratamento com aplicação de substâncias tópicas especificas a cada paciente.

 

Drª Fanavya L. de C. Sulzbacher - CRM 4057/MT

Cursou medicina na Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT.

Especialista em Acupuntura pelo Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura.

Pós-graduação em Medicina Estética pela Sociedade Brasileira de Medicina Estética - SBME/SP.

Atualmente atende na Clínica Inovare (Cuiabá (65) 3052-9280) e Clínica Femme (V.Grande (65) 3686-0405).


NOTÍCIAS RELACIONADAS
© 2019 Todos os direitos reservados